Contração suave do tecido3,4,5,6,7,8,9

Foi demonstrado que o Renuvion proporciona coagulação controlada e, portanto, contração do tecido mole.3,4,5,6,7,11 Com o Renuvion, você pode obter resultados melhores do que apenas com a lipoaspiração. Ele também pode ser uma alternativa atraente para pacientes que buscam um procedimento mais rápido, minimamente invasivo, com menos riscos, tempo de recuperação mais rápido e menos cicatrizes.10,11,12,13,14,15,16,17

Visão geral do dispositivo

O que é o Renuvion?

A tecnologia cosmética Renuvion aplica uma mistura patenteada de plasma de hélio e energia de radiofrequência para contrair suavemente o tecido com controle e precisão excepcionais.3,4,5,6,7,8,9 Um produto que é fruto de anos de pesquisa científica, testes e refinamento, o sistema Renuvion também é uma unidade eletrocirúrgica completa com plenas funções monopolar e bipolar, permitindo-lhe poupar tempo e espaço com um único investimento de capital.

Como funciona

Contração de tecido rápida e inovadora

A temperatura ideal para a contração do tecido subdérmico é de 85 °C, mas a maioria dos dispositivos de radiofrequência monopolar e bipolar padrão não consegue atingir essa temperatura com rapidez suficiente sem causar um aumento preocupante na temperatura da pele.3,4,5,6,7,17,18  O Renuvion, no entanto, aquece com segurança até 85 °C com propagação térmica mínima e resfria às temperaturas de base em menos de um segundo.11 Isso maximiza a contração do tecido com um tempo de aplicação menor. Os pontos de entrada são muito pequenos, resultando em menos dor, recuperação mais breve e cicatrizes mínimas.12,14,15

Procedimentos

Atendendo às necessidades dos pacientes

O sistema Renuvion recebeu uma autorização geral para corte, coagulação e ablação de tecidos moles durante procedimentos cirúrgicos abertos. O Renuvion pode ser usado com anestesia tumescente ou geral. Em uma pesquisa com 100 usuários médicos, foi relatado que o Renuvion tem sido usado em diversas áreas do corpo15, incluindo:

• Pescoço
• Braços
• Abdômen
• Coxas
• Costas
• Joelhos
• Tórax
• Nádegas
• Seios

Pacientes felizes. Maior rendimento.

O Renuvion lhe permite proporcionar uma experiência melhor ao paciente,
expandir suas capacidades e atrair mais pacientes.1,2

for-patient-physicians-photo-circle_dakota_210x210-4

Benefícios para o paciente

Minimamente invasivo11
Procedimento mais rápido14,15,17,18,19
Menos dor12,14,15
Menor tempo de recuperação12,14,15
Resultados visíveis rapidamente14,15,17
Resultados de longo prazo14,15,17
Menos risco de complicações12,15*

*em comparação com cirurgias mais invasivas

for-patient-physicians-photo-circle_physician_210x210-3

Benefícios para a prática profissional

Diferencial competitivo
Nova fonte de rendimento1,2
Aumento na conquista de novos pacientes2
Pacientes mais satisfeitos14,16
Procedimento autônomo ou como complemento à lipoaspiração
Resultados consistentes13
Garantia de 4 anos líder de setor

Que tal experimentar o Renuvion e revitalizar sua prática profissional?

O sistema Renuvion deve ser usado com geradores eletrocirúrgicos compatíveis para o fornecimento de energia de radiofrequência e/ou plasma de hélio para cortar, coagular e cauterizar/ablacionar tecidos moles durante procedimentos cirúrgicos abertos. A peça de mão de plasma/RF Apyx® (APR HP) é um dispositivo eletrocirúrgico (monopolar) estéril descartável para uso em conjunto com geradores compatíveis para o fornecimento percutâneo de energia de radiofrequência e/ou plasma de hélio para corte, coagulação e ablação de tecido mole.

O sistema Renuvion recebeu uma autorização geral e não foi classificado como seguro ou eficaz para uso em qualquer indicação específica ou localização anatômica. A Apyx Medical não promove seus produtos com autorização geral para nenhuma especialidade ou subespecialidade cirúrgica específica.

Entre os possíveis riscos associados ao uso do sistema Renuvion para coagulação subdérmica estão: Embolia por hélio no local da cirurgia devido à introdução acidental no sistema de fornecimento de sangue venoso ou arterial, queimaduras não intencionais (profundas ou superficiais), pneumotórax, lesão nervosa temporária ou permanente, isquemia, fibrose, infecção, dor, desconforto, acúmulo de gás resultando em dor ou crepitação temporária e transitória, sangramento, hematoma, seroma, endurecimento subcutâneo, alterações de pigmentação, tempo de cicatrização aumentado, cicatrização inadequada, assimetria e/ou resultado estético inaceitável. Pode haver riscos adicionais associados ao uso de outros dispositivos junto com o Renuvion e pode também haver um risco aumentado para pacientes que tenham se submetido a procedimentos cirúrgicos ou estéticos anteriores na área de tratamento. Como acontece com qualquer procedimento, os resultados individuais podem variar. Como acontece com todos os dispositivos que geram energia, existem riscos inerentes associados ao seu uso. Para mais informações, consulte as instruções de uso.

Referências:

  1. The Value of Renuvion- A Case Study with Kyle Song, MD. MM00210.00 0819 – https://www.renuvion.com/wp-content/uploads/2019/12/renuvion-value-case-study_drsong_mm00210-00_0819.pdf.
  2. The Value of Renuvion- A Case Study with Paul G. Ruff IV, MD. MM00209.00 0819 – https://www.renuvion.com/wp-content/uploads/2019/12/renuvion-value-case-study_drruff_mm00209-00_0819.pdf.
  3. Feldman LS, et al. (eds). The SAGES Manual on the Fundamental Use of Surgical Energy (FUSE), ISBN 978‐1‐4614‐2073‐6.
  4. Chen SS, Wright NT, Humphrey JD. Heat-induced changes in the mechanics of a collagenous tissue: isothermal free shrinkage. Journal of Biomechanical Engineering 1997:109:372-378.
  5. McDonald MB. Conductive Keratoplasty: A Radiofrequency-based Technique for the Correction of Hyperopia. Trans Am Ophthalmol Soc 2005;103:512-536.
  6. Chen SS, Humphrey JD. Heat-induced changes in the mechanics of a collagenous tissue: pseudoelastic behavior at 37° C. J Biomech 1998;31:211-216.
  7. Wright NT, Humphrey JD. Denaturation of collagen during heating: An irreversible rate process. Annu Rev Biomed Eng; 2002;4:109-128.
  8. Ramsdell WM. Fractional Carbon Dioxide Laser Resurfacing. Semin Plast Surg 2012;26:125-130.
  9. Masghati S, Pedroso J, Gutierrez M, Stockwell E, Volker W, Howard DL. Comparative Thermal Effects of J-Plasma®, Monopolar, Argon, and Laser Electrosurgery in a Porcine Tissue Model. Surgical Technology International, 2019;34:1-5. PMID: 30825320.
  10. Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos. Relatório de estatísticas de cirurgia plástica. 2019. https://www.plasticsurgery.org/documents/News/Statistics/2019/plastic-surgery-statistics-full-report-2019.pdf.
  11. Duncan DI and Roman S. Helium Plasma Subdermal Tissue Contraction Method of Action. Biomed J Sci & Tech Res 31(2)-2020. BJSTR. MS.ID.005075.
  12. Dayan S. Aesthetic evolution drives birth of minimally invasive surgery subgroup. J Cosmet Dermatol. 26.jun.2019. doi: 10.1111/jocd.13057. Epub ahead of print. PMID: 31243875.
  13. Doolabh, V, Ruff, P. A Retrospective Chart Review of Subdermal Neck Coagulation Using Helium Plasma Technology. Dermatological Reviews. 2020; 1– 8. https://doi.org/10.1002/der2.32.
  14. Kluska M, Nasseri S, Bobrovnikov V. Helium Plasma Versus Radiofrequency for Energy-Enhanced Liposuction: A Prospective Single-Blind Pilot Study (informe técnico). 2020. https://www.renuvion.com/clinical/.
  15. Resultados da pesquisa Renuvion com médicos, MM0317.00 0620 – https://www.renuvion.com/wp-content/uploads/2020/07/renuvion-physician-survey-results-mm0317-00_070820.pdf.
  16. Ruff PG, Doolabh V, Zimmerman EM, Gentile RA. Safety and efficacy of helium plasma for subdermal coagulation. Dermatological Reviews. 2020;1-7. https://doi.org/10.1002/der2.34.
  17. Zamora J, Roman S. Subcutaneous Neck Skin Plasma Tightening. Advances in Cosmetic Surgery 2019; 2(1):89-95.
  18. Diane Irvine Duncan (8 de março de 2019). Helium Plasma-Driven Radiofrequency in Body Contouring, The Art of Body Contouring, Alexandro Aguilera, IntechOpen, DOI: 10.5772/intechopen.84207. Disponível em: https://www.intechopen.com/books/the-art-of-body-contouring/helium-plasma-driven-radiofrequency-in-body-contouring.
  19. Neinstein R, Funderburk C. Advances in Skin Tightening with Liposculpture: Plasma Technology Versus Radiofrequency. Advances in Cosmetic Surgery 2020;3(1):173-188.
0